Publicado por: ipanemaemcena | Setembro 20, 2007

Hippies Dominam Praça General Osório

Em 1968, um grupo de jovens artesãos do movimento hippie, que aflorava na época, resolveu implantar em Ipanema umas barracas para vender suas obras. Trinta e nove anos depois, a Feira Hippie, localizada na Praça General Osório, conta com cerca de 700 barracas, é a maior galeria de artes ao ar livre do mundo, e transformou-se numa escala obrigatória para qualquer turista que vá ao Rio de Janeiro. Lá são encontrados produtos como artesanatos dos mais variados tipos, roupas do estilo “estive no Rio e lembrei de você”, bolsas de couro e comida típica.

Um dos artesãos mais antigos, José Airton, está na feira há 32 anos e veio de Fortaleza para expor e vender suas esculturas com formas humanas de madeira no Rio. Encontrou na Feira hippie o local ideal: “Consegui fazer minha vida e construir minha família graças a Feira”. Ele fica durante a semana trabalhando nas peças e vende aos domingos na feira. Os preços variam de 400 a 10.000 reais.

jose-airton3.jpg

O artesão conhecido como Renato de Maricá, que está na feira há 30 anos, trabalha com artesanatos baseados na cultura indígena. Ele mora na cidade que carrega no apelido e vive da feira e de pintar paredes durante a semana. Uma das suas principais satisfações é o fato de nunca ter havido confusão com polícia: “A Feira é muito tranqüila, estou aqui há trinta anos e nunca houve problema, mesmo na época da ditadura, quando tudo era difícil”.

renato1.jpg

A feira é muito conhecida pelos pintores que expõem na praça. Um dos mais antigos é o Márcio Brás, apelidado de Mineiro. Ele está na feira há 28 anos e veio de Birenópolis, norte de Minas Gerais. Ele recebeu o convite de um amigo que já trabalhava lá: “Fui chamado pra cá por um dos fundadores da Feira Hippie, hoje vivo vendendo quadros aqui e faço por encomenda”. As pinturas de Mineiro custam de 15 a 600 reais, dependendo do tamanho e da complexidade do desenho.

marcio.jpg

A feira atingiu um nível de excelência e qualidade não foi por sorte ou acaso. Há toda uma organização por trás. A Prefeitura cadastra todas as barracas e todos os artesãos devem fazer uma prova para entrar, só se passar na avaliação que é liberado. Há um estande no centro da Praça para os interessados se informarem.

A Feira Hippie funciona sempre aos domingos, das 7 às 19 horas.


Responses

  1. Gostaria de localizar o pintor Mirinho ai da Feira Hippie
    Fico desde ja muito agradecida a quem der uma resposta a este meu pedido.

    Atenciosamente

    Lena Nichols

  2. OLA SOU ARTESÃ ESPONHO NA FEIRA A 25 ANOS.TAMBEM VIVO DO MEU ARTEZANATO QUE FAÇO.SE VC AMA A FEIRA,VAMOS LUTAR PARA QUE NOSSAS ARTES POSSA REALMENTE SER ADMIRADA,DIGA NÃO AO CAMELO QUE HOJE E MAIORIA NA FEIRA.
    MARTA VALERIA.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: