Publicado por: ipanemaemcena | Outubro 11, 2007

Viver bem

Viver Bem

“ O segredo para uma vida saudável é a união do ar, da água e da alegria”, afirma Roberto Girão, que pratica Unibiótica todas as manhãs nas areias de Ipanema.

Essa técnica, introduzida no Brasil há cerca de 25 anos pelo médico coreano Jonk Suk Yun, é uma forma natural de manter a saúde, por meio de exercícios, dieta e mentalizações. O principal objetivo é reforçar a resistência e a imunidade do organismo, resultando na prevenção de doenças e na rápida recuperação de lesões.

“Lembro que, com 50 anos, estava muito doente, com uma calcificação nas cartilagens. Os médicos me garantiam que não tinha mais jeito, que remédio nenhum daria conta. Eu tava todo duro, e a tendência era piorar. O que era para estar duro tava mole, e o que era para estar mole tava duro”, ironiza Roberto, hoje curado de seus incômodos.

Para se obter sucesso com a Unibiótica, é necessário cuidado especial com a alimentação. Não é para passar fome, mas o exagero deve ser abolido. Um de seus princípios básicos é o jejum matinal. “Seu corpo precisa de descanso, de silêncio. O ideal seria ficar por volta de 15 horas sem ingerir alimentos. Mas nesse meio tempo você vai se hidratando”, explica Girão.

“No início achei difícil, passava mal, ficava tonta. O problema é que não bebia água suficiente. Hoje em dia vou até as duas da tarde numa boa sem comer”, comenta Tânia, de 62 anos e jeitão de 40, na roda de conversa. Roberto resistiu por outro motivo: “ No primeiro contato com a Unibiótica, detestei. Poxa, ela condenava justo o café-da-manhã, a refeição que eu mais gostava. Tive que cortar todos os meus vícios, como leite, queijos e pães. Mas por uma causa nobre.”

Nos primeiros trinta minutos da prática, faz-se um “banho de ar”: a pessoa se cobre e se descobre com um cobertor, o que promete facilitar a desintoxicação do organismo, devido à contração e dilatação dos poros da pele. “Outro dia convenci minha empregada a vir aqui”, disse Roberto. “Em uma semana, ela ficou com o rosto todo empolado, e nunca mais voltou. Eu disse que era normal, fazia parte do processo de purificação. Isso acontece quando a pessoa tem muito “lixo” no organismo. Ela, por exemplo, comia carne de porco como a gente bebe água”, acrescentou.

Depois é a hora de tratar dos membros. Vários exercícios com nomes engraçados, como “peixinho”, “sapinho”, “joão-teimoso” atuam no sistema nervoso, digestivo, intestinal, e em músculos, como a lombar e o abdômen. Um dos mais importantes é o “vaso-capilar”. Deitado e de pernas pro ar, a 90 graus, você balança os quatro membros – os braços e as pernas, por dois minutos. O exercício estimula bilhões de vasos capilares, veias, artérias e vasos linfáticos e protege contra a invasão de vírus e bactérias.

No final da aula, meditação. “A Unibiótica trabalha muito com a mente. Sempre reforçando o pensamento positivo e a auto-confiança. Depois de um tempo, você passa a compreender que tudo está e sempre esteve ali, dentro de você”.

Atualmente, cerca de 600 médicos brasileiros fazem o uso desse tratamento, que pode ser encontrado, principalmente, no Ceará, São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Quem tiver interesse pode aparecer às sete da manhã nos dias de semana em frente ao Posto 9, convidam os orientadores. Lá encontrará um grupo de pessoas simpáticas e de bem com a vida, que se revezam como professores durante a aula de uma hora de duração. Ah, não se esqueça de levar uma garrafinha d’água para se hidratar.

Por Pedro Farina


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: